top of page
  • Foto do escritorTewa 225

A Agenda 2030 é apenas para os governos? Entenda como alinhar os ODS ao setor privado

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável foram definidos em 2015, na Cúpula das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável e compõe a Agenda 2030, que engloba 169 metas divididas em cinco áreas, os 5P´s: Pessoas, Planeta, Prosperidade, Paz e Parceria, a serem alcançadas até 2030. O pacto para alcançar o desenvolvimento sustentável foi firmado entre os 193 países membros da ONU, entretanto a responsabilidade pelas metas e evolução em cada país não deve ser unicamente ligada aos governos mas sim a uma coalizão de todos os setores da economia trilhando um único caminho.


Várias empresas já reconhecem a sua capacidade de contribuição e alinham seus objetivos e estratégias a mecanismos internacionais como o Pacto Global (UN Global Compact), iniciativa que fornece diretrizes para a promoção do desenvolvimento sustentável e da cidadania, ou desenvolve internamente projetos e planos que contemplem as demandas da Agenda. Ao priorizarem a redução do impacto ambiental e a promoção da justiça social, empresas se alinham às metas globais e se colocam como agentes ativos para o alcance das metas estabelecidas pelos ODS.


Suas metas foram criadas para que empresas, sociedade civil, governos e organizações pudessem trabalhar em conjunto para resolver os desafios propostos na agenda, e sua construção diferentemente dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) considerava questões muito importantes para o setor privado. A adequação das metas globais a diferentes temas representa uma nova oportunidade para aderir novos modelos de negócio.


De acordo com a pesquisa Guia dos ODS para Empresas, desenvolvida pelo GRI, Pacto Global e WBCSD, identificação de oportunidades de negócios futuras, valorização da sustentabilidade corporativa, fortalecimento das relações com as partes interessadas e manutenção do ritmo com os desenvolvimentos da política são oportunidades advindas do alinhamento das estratégias empresariais aos ODS, mensurando os seus impactos e administrando a sua contribuição para a Agenda 2030, o que garante abertura para a cooperação dos diversos setores.


Saiba mais no link: https://cebds.org/wp-content/uploads/2015/11/Guia-dos-ODS.pdf

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page